Os Animais

 

                           Peixes

 

 

 

Home

Animais

Anfíbios

Aves

Insectos

Mamíferos

Peixes

Répteis

Ligações

 

 

Peixes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Peixes Selvagens

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os cavalos marinhos podem ser encontrados em águas pouco profundas, quentes e tropicais.

 

Existem cerca de 35 espécies deste animais, que têm um período de vida que dura entre 1 a 5 anos.

 

Estes seres alimentam-se de pequenos crustáceos e de plâncton, que sugam da água através do seu bico.

 

Os cavalos marinhos não são bons nadadores devido à forma do seu corpo, e podem ficar exaustos se forem apanhados em correntes fortes. Para se deslocarem, usam uma pequena barbatana que têm nas costas e que bate cerca de 35 vezes por segundo.

 

Os cavalos marinhos podem medir entre 1,5 a 35 cm de comprimento.

 
Cavalo Marinho
   

Peixe Balão

 

O peixe balão usa a sua capacidade para aumentar rapidamente de tamanho para evitar ser comido por predadores. Este tipo de peixe tem um estômago elástico que lhe permite ingerir rapidamente água e ar, o que aumenta o seu tamanho várias vezes, e que o deixa parecido com uma bola, que os predadores não conseguem comer.

 

Alguns deste peixes também têm espinhas na pele, o que os torna menos apetecíveis. Além desta protecção, os peixe balão também produzem uma substância tóxica, que lhes dá um sabor desagradável e pode ser mortal.

 

Existem cerca de 120 espécies deste peixe, que pode ser encontrado em águas tropicais.

 

Os peixe balão podem medir até 60 cm.

A sua alimentação consiste de algas, pequenos invertebrados, moluscos e marisco.

 
   

Peixe Borboleta

 

Existem cerca de 114 espécies de peixes borboleta, que vivem nos corais de recife nos oceanos.

 

Os peixes borboleta podem chegar a medir cerca de 20 cm.

 

Normalmente, são peixes de cores vivas, que vão desde o azul ao laranja, ou amarelo.

 

Durante o dia, estes seres procuram comida nos recifes de coral, o que inclui pólipos, vermes e outros pequenos invertebrados.

 
   

Peixe Papagaio

 

O peixe papagaio existe em cerca de 80 espécies diferentes, que habitam os recifes de coral nos oceanos do planeta.

 

As várias espécies podem viver por períodos de até 7 anos e medir entre 30 cm a 1, 2 m de comprimento.

A sua alimentação consiste de pólipos que tiram das algas, usando dentes.

 

Uma característica interessante deste tipo de peixe é que pode mudar a cor das suas escamas ou os padrões coloridos, várias vezes ao longo da sua vida.

 

De noite, estes animais têm “pijamas” próprios: cada noite, os peixe-balão envolvem-se num casulo transparente feito de uma substância que segregam de um órgão que têm na cabeça. Os cientistas pensam que este casulo sirva para disfarçar o seu cheiro durante a noite, para que os predadores não os encontrem.
 

   

Raia

 

As raias podem ser encontradas nas águas pouco profundas de mares temperados. Passam a maior parte do seu tempo inactivas, enterradas debaixo da areia, só se deslocando para caçar.

 

Os olhos das raias estão localizados no seu lado dorsal, mas a boca, as narinas e as guelras encontram-se posicionadas na barriga.

 

As raias possuem veneno na sua cauda afiada, que pode ser usada para protecção contra predadores.

Estes animais alimentam-se de moluscos, ostras e invertebrados.

 

O período de vida destes animais varia entre 15 e 25 anos. Podem medir cerca de 2 m e pesar até 35 kg.

 

 

 

Tubarão

 

Os tubarões são dos maiores peixes que existem na terra.

 

São, na sua maioria, animais que se alimentam de outros peixes, camarões, tartarugas, focas, leões marinhos, baleias pequenas e plâncton.

 

Estes animais podem chegar a medir até 6 m de comprimento e pesar mais de duas toneladas.

 

Quando nadam, a sua cauda forte pode fazê-los nadar debaixo de água a velocidades superiores a 23 km por hora.


Os tubarões dispõem de sensores que lhes permitem captar sinais de outros animais.

 

 

Curiosidades:Os cavalos marinhos não tem dentes e estômago. A comida passa tão rapidamente através do seu sistema digestivo que eles têm de comer continuamente para sobreviver.

 

 

 

Vamos ver do que te lembras sobre este assunto!

 

Início da Página